A ala em que o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba conta com as presenças do ex-ministro da Casa Civil Antonio Palocci, dois executivos da construtora Odebrecht e dois traficantes de drogas. Cunha, que foi preso no dia 19 de outubro, é o único que está sozinho numa cela. Palocci, visivelmente mais magro, divide a sua com Luiz Eduardo Soares e Olívio Rodrigues, funcionários da Odebrecht.